Espírito Santo

Marcos do Val defende anistia à militares - Paralisação PM

Paralisação PM Marcos do Val defende anistia à militares

Em seu pronunciamento, realizado nesta terça-feira (26), o senador Marcos do Val (PPS-ES) tratou do projeto que concede anistia aos policiais militares do Espírito Santo e do Ceará e aos policiais civis e agentes penitenciários de Minas Gerais, por sua atuação em movimentos grevistas (PL 395/2019). De acordo com a Lei, os servidores militares são proibidos de fazer greves, mas, para o parlamentar, deve-se compreender as legítimas motivações da categoria.

Em defesa dos envolvidos, o senador comentou: "É preciso entender seus motivos, quando seus salários são rebaixados e a sobrevivência de seus familiares fica ameaçada. Situações de escassez são más conselheiras e podem levar a atos extremos. Não estou aqui sugerindo que se descumpra a lei, da qual me considero um permanente defensor. Estou pedindo para olharmos para o outro lado da questão, que tem inúmeros argumentos em sua defesa".

Para Marcos do Val a punição com expulsão dos militares da corporação é exagerada, e pode fazer com que suas famílias fiquem desamparadas. Outra séria preocupação do senador é que os militares expulsos se vejam obrigados a entrar para o mundo do crime organizado.

"É preciso refletir sobre isso. O que levou uma instituição de 180 anos, que é a Polícia Militar do Espírito Santo, a fazer tal paralisação? As pessoas precisam conhecer as verdadeiras razões, os motivos que levaram os familiares a realizar essa intervenção. Apelo aos meus colegas para que reflitam e aprovem essa matéria. Tenho certeza de que estaremos fazendo justiça nesse caso e defendendo o interesse da população do meu estado", comentou do Val.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?