Espírito Santo

Governo lançará em breve novo programa de habitação rural - Federal

Federal Governo lançará em breve novo programa de habitação rural

Segundo a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, o Governo Federal irá lançar em breve um novo programa de habitação rural. O objetivo é aumentar as áreas rurais, hoje produtivas, que não são contempladas com financiamentos, projetos e assistências técnicas.

O anunciou foi na manhã desta sexta-feira (8) em Cascavel, Paraná, durante a feira Show Rural Coopavel. A feira é uma das mais importantes do país, com público de 288.802 visitantes e R$ 2,2 bilhões em vendas. "Nós vamos sentar com a Caixa Econômica, com o Ministério do Desenvolvimento Regional, para discutir esse assunto. Inclusive, esse financiamento é mais simples porque o próprio produtor pode construir sua moradia. O projeto já existe, dentro da Secretaria de Agricultura Familiar, mas está sendo melhorado para atingir uma gama maior de pessoas", afirmou a ministra.

Em entrevista, Cristina comentou sobre as relações comerciais no setor do agronegócio com outros países, e disse a respeito da aproximação política com os Estados Unidos, "não tem nada a ver com a nossa condição de grandes parceiros comerciais da China, que a cada ano incorpora mais pessoas ao mercado consumidor". A ministra explicou que com o crescimento constante da economia e população chinesa, as relações comerciais, em especial a agroindústria, tendem a aumentar.

Já sobre a necessidade de abertura de novas parcerias com países da América do Sul, a ministra citou o exemplo do Peru, "é um país onde precisamos abrir mercado para carne. Estamos trabalhando isso. Enfim, precisamos manter os mercados que temos, mas também abrir novos (mercados) para os produtos brasileiros".

Outras duas questões, que segundo a ministra estão entre as prioridades da pasta, são o crédito agrícola e o seguro rural. O objetivo é desburocratizar os benefícios, aumentar o número de beneficiados e dos recursos.

Sobre o seguro, explanou. "Seguro nós já temos, mas ele ainda não atende uma massa maior de produtores. Estamos fazendo alguns estudos junto à Conab, junto à Secretaria de Política Agrícola, com instituições financeiras, para achar um modelo. Os Estados Unidos levaram 40 anos pra chegarem ao modelo de hoje. Se houve uma intempérie e o agricultor não produziu, o cheque chega pelo Correio. Esse é o mundo dos sonhos, a que não tenho pretensão de chegar em quatro anos. Mas temos como avançar".

"Se não temos mais dinheiro no Tesouro para equalizar as nossas taxas, a gente precisa achar novas alternativas. E no seguro é possível diminuir a taxa de juros. Porque se há seguro, portanto, o risco é menor, e a taxa de juros deve cair", acrescentou a ministra.

Finalizando, Tereza Cristina citou o potencial da Agricultura 4.0 e os avanços trazidas por ela. "Precisamos estar atentos e conectados, e eventos como o Show Rural Coopavel permitem aproximar esse conhecimento de quem trabalha e produz. É hora de alcançarmos competitividade em todas as cadeias e esse trabalho terá total apoio da gestão do presidente Jair Bolsonaro". Tereza Cristina fez menção a questões sociais e garantiu que o mais importante é oferecer, no processo, o respeito e a dignidade que todos merecem.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?