Espírito Santo

Lula é condenado novamente na Lava Jato - Caso Atibaia

Caso Atibaia Lula é condenado novamente na Lava Jato

Na tarde desta quarta-feira (6), a juíza federal Gabriela Hardt, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 11 meses por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro na ação penal relacionada ao sítio Santa Barbara, em Atibaia, São Paulo.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Lula foi um dos beneficiários dos recursos desviados da Petrobras, recebendo R$ 1,02 milhão em vantagens indevidas. Ele teria recebido propina por meio das reformas no sítio pagas pelas empreiteiras Odebrecht, OAS e Schahin.

Segundo as investigações e declarações de testemunhas, a Schahin iniciou as obras de reforma no sítio em 2010, gastando R$ 150.500. Posteriormente a Odebrecht e a OAS assumiram os trabalhos de reforma. A primeira gastou R$ 700.000 e a segunda, R$ 170.000. Ex-funcionários das duas empresas, e os presidentes da OAS e Odebrecht, na ocasião, afirmaram que as reformas tinham Lula como beneficiário.

Esta é a segunda condenação de Lula na Operação Lava jato. Na primeira o ex-presidente foi condenado a nove anos e seis meses de prisão, na primeira instância, pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro, em julho de 2018, no processo referente ao tríplex de Guarujá (SP). Já na segunda instância, em 24 de janeiro, por unanimidade, a 8ª Turma do TRF4 não só manteve a condenação, como aumentou a pena de prisão do ex-presidente de 9 para 12 anos e 1 mês. Lula recorreu e, com todos os recursos esgotados, começou a cumprir a pena em abril de 2018.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?