Vila Velha

Salva-vidas entram em greve em Vila Velha - Verão

Verão Salva-vidas entram em greve em Vila Velha

A Prefeitura Municipal de Vila Velha (PMVV) vem enfrentando problemas com a categoria dos salva-vidas do município. Até o momento sete deles pediram demissão, e outros 40 entraram em greve e ameaçam também pedir exoneração nesta quinta-feira (31), caso suas reinvindicações não sejam atendidas.

De acordo com a corporação as condições de trabalho não estão sendo respeitadas, eles alegam que não estão recebendo o protetor solar devido e que ficam até 12 horas sem alimentação, o que não ocorre em outros municípios.

Ao todo Vila Velha possui 115 salva-vidas, que foram contratados para atuar nas praias do município durante o verão por Designação Temporária. De acordo com o representante do movimento, Ozimar Celestino, o salário é de R$ 1.180 para 12 horas de carga horária.

Sobre as condições de trabalho precário, e a falta de diálogo entre as partes, Celestino comentou: "Na segunda-feira (28) fizemos uma paralisação para tentar dialogar com a prefeitura, que não tem nos ouvido. Então tomamos essa decisão. A nossa realidade é extrema e por isso pedimos exoneração em massa. Nosso contrato é de 12 horas sem alimentação adequada, sem água, com protetores com proteção inferior. A gente tentou dialogar porque outros municípios já dão uma alimentação adequada. Nós não queremos deixar a população desassistida, temos um compromisso com as pessoas, mas pedimos dignidade".


Prefeitura

Já o secretário de Defesa Social de Vila Velha, coronel Oberacy Emmerick, disse que a prefeitura procurou o dialogou com a categoria, ressaltando a importância dos trabalhos de salva-vidas para a cidade. Emmerick informou ainda que novos guarda-vidas já estão sendo contratados para mitigar a possível saída dos profissionais.

Segundo o secretário, todas as condicionantes estão sendo cumpridas, e que os salva-vidas recrutados já sabiam das condições de trabalho pelo edital.

"Os editais têm as obrigações. Quando ele se dispõe a ser guarda-vidas, ele assina o contrato com todas as condicionantes. E é assim em todas as prefeituras. Todas as obrigações do município estão no edital e são cumpridas a risca. Não vou dizer se eles merecem mais ou menos, eles são importantíssimos para a cidade e o município paga o que pode pagar. Esse é o salário médio que todas as prefeituras pagam", declara Oberacy.

O secretário ainda informou que 70 novos salva-vidas já foram convocados, sendo que 10 deles já assumiram e 15 manifestaram que assumirão as vagas o mais rápido possível.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?