Espírito Santo

Alexandre Xambinho fala de suas expectativas na Ales - Deputado Estadual

Deputado Estadual Alexandre Xambinho fala de suas expectativas na Ales

Em entrevista cedida ao portal da Assembleia Legislativa (Ales) o deputado estadual eleito para a próxima Legislatura (2019-23), Alexandre Xambinho (Rede), comentou sobre suas expectativas.

Depois de nascer em Vitória, Alexandre Araújo Marçal, foi ainda recém-nascido morar na Serra com a família. Crescido no bairro Barcelona, Xambinho iniciou sua vida pública em movimentos comunitários do bairro e foi encorajado a disputar sua primeira eleição para a Câmara de Vereadores, em 2008, quando na oportunidade não conseguiu ser eleito. Ainda pequeno recebeu do avô o apelido carinhoso de Xambinho, que logo passou a ser sua identidade na comunidade e virou seu nome parlamentar.

Eleito vereador da Serra em 2012 e 2016, sendo o segundo mais votado no pleito em que garantiu sua reeleição. Em 2018, em sua primeira disputa para uma vaga na Assembleia Legislativa (Ales), recebeu 12.095 votos. Desse total, 85% foram de eleitores da Serra.

Alexandre Xambinho assume seu primeiro mandato na Ales e promete trabalhar especialmente por seu reduto eleitoral, e suas principais bandeiras são a geração de emprego e renda e mobilidade urbana.

Confira abaixo na íntegra a entrevista do nobre deputado.


Em 2012 o senhor foi o vereador mais jovem da Região Metropolitana e agora, com 31 anos, é o mais jovem deputado da Assembleia. A sociedade clama por uma nova política, que não necessariamente significa que seja feita por jovens políticos. O senhor pretende atender esse anseio da sociedade em seu mandato ou tem uma postura mais tradicional?

O resultado da nossa eleição é um exemplo da mudança que a população busca porque nós fizemos mandatos inovadores na Câmara da Serra, buscamos fazer um mandato compartilhado com a cidade, ouvindo a cidade e ouvindo os anseios da sociedade. Hoje o que a gente quer trazer pra Assembleia Legislativa é a participação da população. A sociedade capixaba tem que participar do mandato dos deputados estaduais efetivamente. E isso a gente praticou nos dois mandatos como vereador da Serra e é isso que queremos trazer, um modelo de mandato participativo com a sociedade civil organizada, ouvindo o setor produtivo, a população e todos os setores da sociedade capixaba.


Quais seriam esses meios de participação popular?

Hoje temos vários canais pra ouvir a população, as redes sociais são exemplo disso. Mas nós queremos estar em campo, nas ruas, através de audiências públicas e reuniões, ouvindo os anseios da sociedade capixaba.


Quais vão ser suas principais bandeiras na Assembleia?

Temos vários exemplos de obras paralisadas do governo do Estado dentro da cidade da Serra. Temos lá o contorno do Mestre Álvaro, que é uma obra importante não só pra Serra, mas para o Estado, que a gente precisa definitivamente começar aquela obra que efetivamente não foi iniciada. Precisamos fazer a obra do contorno de Jacaraípe, que iniciou e foi parada. Precisamos reformar várias escolas estaduais na Serra, que hoje estão sucateadas e com estrutura precária. Temos que levar um centro de especialidades médicas para atender a demanda de saúde da cidade, porque a Serra clama por uma saúde de melhor qualidade e hoje não temos especialidades médicas efetivamente do governo do Estado na Serra. Existe um atraso (na marcação de consulta) de um ano a um ano e meio de um cardiologista, um oftalmologista.


O seu partido não estava na base apoio ao governador Renato Casagrande (PSB) nas eleições. Como o senhor pretende atuar junto ao governo para atender a essas demandas que dependem do Executivo. Como deve ser sua relação com o governo?

Nossa relação com o governo é de total apoio, porém, de independência dentro da Assembleia porque o nosso mandato foi construído pela cidade da Serra e pelo Estado do Espírito Santo. Temos que ter responsabilidade com nosso mandato e ouvir as ruas. É claro que se for de interesse do Estado nós vamos apoiar e aprovar projetos do governo. Vamos ser aliados sim, caso o governo tenha interesse no nosso apoio, mas também com nossos posicionamentos.


Quais projetos pretende apresentar na Assembleia?

Temos projetos pra apresentar na área de mobilidade urbana e na área de desenvolvimento econômico, na geração de emprego e renda para os jovens e a população capixaba. Vivemos hoje a maior crise na história do nosso País e precisamos tirar nosso Estado dessa crise, voltando a gerar emprego e renda. Na área de mobilidade urbana, por exemplo, precisamos equacionar o problema, pois o serrano leva cerca de três horas para ir até Vila Velha e vice-versa. Nós queremos trabalhar um projeto de lei dentro da Assembleia para poder minimizar esse impacto que o trânsito tem dentro da Grande Vitória e melhorar a vida da sociedade capixaba.


Então o senhor avalia que mobilidade urbana e geração de emprego são questões prioritárias pro Estado?

Sim. A questão da geração de emprego e renda parte para o interior na inovação tecnológica para a área rural. Porque também queremos implementar a tecnologia na área rural para melhorar a eficiência na produção agrícola. Também queremos desburocratizar o sistema para poder atrair novos empreendimentos paro Estado. Para poder fomentar empregos e gerar incentivos para as empresas atraírem o público jovem que hoje não tem oportunidade, às vezes por falta de experiência. A ideia é criar atrativos para que as empresas qualifiquem os jovens e eles possam entrar no mercado de trabalho.


O senhor pretende ser membro de alguma comissão da Casa?

Sim, pretendemos. Ou algum espaço na Mesa Diretora ou nas comissões, mas ainda estamos estudando com os colegas deputados. Tenho interesse nas comissões de Infraestrutura, Justiça e Educação. Já na Mesa, a 1ª ou 2ª secretarias.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?