Espírito Santo

Gonçalves deixa a presidência do Banestes em menos de 24h - Investigado

Investigado Gonçalves deixa a presidência do Banestes em menos de 24h


Após a deflagração de uma investigação da Policia Federal (PF), o então presidente Vasco Cunha Gonçalves, que havia assumido nesta segunda-feira (28) o cargo de presidente do Banestes, deixa o cargo.

Gonçalves é um dos investigados da operação Circus Maximus que apura um esquema de pagamento de propinas a diretores e ex-diretores do Banco de Brasília (BRB) em troca de investimentos em projetos como, por exemplo, o extinto Trump Hotel, no Rio de Janeiro, atualmente LSH Lifestyle. Vasco Gonçalves era diretor-presidente do BRB até o início deste mês, função que desempenhou nos últimos quatro anos.

Para substituir Gonçalves na presidência, o Conselho Administrativo do Banestes optou pelo atual diretor de Tecnologia do banco, Silvio Grilo. Auditor Externo do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TC-ES), Grilo ficará no cargo até que um novo presidente seja escolhido e nomeado.

De acordo com a PF, mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos, tendo a autorização cedida pela 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, em endereços comerciais e residenciais no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo.

Segundo investigadores, a operação possui como objetivo a desarticulação de uma organização criminosa que age no BRB desde 2014. Empresários e agentes financeiros autônomos são suspeitos de cometer crimes contra o sistema financeiro, corrupção, lavagem de dinheiro, gestão temerária, entre outros.

Investigados

Dentre os principais investigados estão Vasco Cunha Gonçalves, Diogo Cuoco e Adriana Cuoco, parentes do ator Francisco Cuoco da Rede Globo, e o neto do ex-presidente João Figueiredo, Paulo Renato de Oliveira Figueiredo Filho.

Governo do Espírito Santo

Em nota, o governo do Espírito Santo se pronunciou sobre a investigação da Polícia Federal envolvendo o presidente do Banestes que desencadeou em sua substituição.

De acordo com o Governo do Estado, o nome de Vasco Cunha Gonçalves foi aprovado pelo Banco Central, que promove uma rigorosa análise dos possíveis candidatos, e dos currículos dos indicados para bancos públicos. Que a operação estava em segredo de Justiça e o governo do Espírito Santo foi surpreendido pelos fatos. 



Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?