Domingos Martins

Mistério continua na morte de empresário - Violência

Violência Mistério continua na morte de empresário

Na noite desta terça-feira (22), o empresário Gerson João Modolo, 47 anos, dono de uma pousada em Pedra Azul, na região Serrana do Espírito Santo, foi assassinado cruelmente com golpes na cabeça. A vítima era dono da Pousada Vista Pedra Azul, localizada no bairro Nossa Senhora do Carmo. Ele era casado e tinha uma filha de 19 anos.

A arma utilizada não foi encontrada na cena do crime, e ao lado do corpo, a seguinte frase escrita com o sangue da vítima foi encontrada: "Se você não pode me pagar em dinheiro, me paga com a vida".

As circunstâncias do crime não foram informadas pela polícia, que fez buscas pela região e não encontrou nenhum suspeito.

De acordo com uma amiga da família, que pediu para não ser identificada, o corpo do empresário foi encontrado na manhã desta quarta-feira (23).

"Ele estava sozinho em casa. A esposa dele foi para Castelo ontem (terça-feira) a noite ajudar a filha a fazer uma mudança. Quando foi hoje pela manhã a esposa do Gerson me ligou desesperada pedindo ajuda e dizendo que o marido dela havia sido assassinado", disse a amiga da família.

Segundo a família, o corpo de Gerson foi encontrado pela esposa caído na varanda da casa onde viviam na comunidade de Aracê, em Domingos Martins. Nas investigações preliminares, a Polícia Civil, constatou que a pousada estava sem hóspedes na hora do crime e, como a região é deserta, isso atrapalha na busca por testemunhas.

Durante o enterro do empresário, ocorrido nesta quinta-feira (24), o sobrinho do empresário, Sávio Modolo, disse não estar convencido, assim como a família de que o crime não foi motivado por dívidas de Gerson.

"Foi um crime brutal, não teve tiros e todos os golpes foram na cabeça. Acho difícil que o crime tenha sido por conta de dívidas. Ele teria falado conosco e pedido ajuda. Acho que a mensagem foi para confundir. A gente ainda não sabe o que motivou, mas essa mensagem foi para desviar a real intenção", disse o sobrinho.

As investigações continuam e o delegado responsável vai ouvir outras pessoas que poderão ajudar a solucionar a morte de Gerson nesta quinta-feira (24). A esposa da vítima irá prestar depoimento na sexta-feira (25).

A esposa de Gerson vivia com ele há 20 anos, mas, em 2018, eles haviam terminado o relacionamento e ela foi viver com outro homem. Posteriormente, ela e Gerson acabaram reatando o relacionamento. Com a morte de Gerson, ela se torna, segundo familiares, a dona da pousada.

A polícia informou que os trabalhos complementares da pericia estão sendo realizados no local. O celular da vítima foi apreendido para análise de conteúdo.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?