Linhares

Nova Rede Cuidar é inaugurada em Linhares - Saúde

Saúde Nova Rede Cuidar é inaugurada em Linhares

A população capixaba passa a contar com mais uma unidade da Rede Cuidar, agora em Linhares. A inauguração aconteceu na manhã desta sexta-feira (21), e contou com a presença do governador Paulo Hartung; do secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira; do prefeito de Linhares e presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Guerino Zanon; do prefeito de Ibiraçu e presidente do Consórcio CIM Polinorte, Eduardo Marozzi Zanotti; da superintendente da Região Central de Saúde, Luciane Cardozo; da gerente da Rede Cuidar em Linhares, Jennifer Guzzo, além de prefeitos, equipe da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e outras autoridades.

A Rede Cuidar é o novo modelo de atendimento integral à saúde que visa melhorar a qualidade de vida das pessoas, formando uma rede que está reorganizando o atendimento no sistema de saúde pública do Espírito Santo, desde a porta de entrada na Unidade de Saúde do município, passando pelas consultas e exames especializados, até a rede hospitalar.

Esta é a quarta unidade da Rede Cuidar entregue pelo Governo do Estado, em parceria com os municípios. A primeira, em Nova Venécia, na Região Norte, está em funcionamento desde setembro de 2017. A segunda unidade, em Santa Teresa, entrou em funcionamento em abril deste ano, e a terceira unidade, em Guaçuí, foi entregue em junho deste ano.

Com a Rede Cuidar em Linhares, a população de 10 municípios (Linhares, João Neiva, Sooretama, Rio Bananal, Marilândia, Vila Valério, Governador Lindenberg, São Domingos do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo) será beneficiada. Esses municípios reúnem uma população de 297.835 pessoas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, destacou que entre os benefícios para a população com a entrega dessa unidade estão o atendimento mais próximo de casa, evitando o deslocamento para a Grande Vitória; aumento da oferta de consultas e exames; redução do tempo de espera para consultas e exames; atendimento personalizado e humanizado; integração das equipes da atenção primária às equipes da atenção especializada, garantindo um atendimento multiprofissional.

"Cerca de 300 mil pessoas terão um atendimento de saúde de qualidade feito aqui nesta unidade da Rede Cuidar. Com esse projeto, estamos descentralizando, para o interior, consultas e exames, evitando que a população se desloque em direção à Grande Vitória para ter acesso a serviço de saúde que não precisa ser feito lá (na Grande Vitória), e pode ser feito aqui. Essa política de descentralização já retirou da estrada mais de 100 mil pessoas, e o objetivo, quando todas as unidades estiverem prontas, é que cerca de 1 milhão de pessoas que terão atendimento perto de casa e não precisarão se deslocar em direção à região metropolitana de Vitória", disse o secretário.

Oliveira ainda destacou que a Rede Cuidar não é apenas a construção de um prédio, mas trata-se de um novo modelo de atendimento articulado com as unidades básicas de saúde. "Para ser atendido nesta unidade de consultas e exames, o usuário tem que ser direcionado por uma unidade básica de saúde. Nenhum cidadão vai chegar direto aqui. Isso aqui é porta fechada, para aumentar a resolutividade do atendimento nas unidades básicas. Aumentando a resolutividade na unidade básica vamos conseguir resolver, no mínimo, 80% dos problemas de saúde da população da região. Essa reorganização no atendimento só foi possível acontecer por conta da participação de todos em benefício dos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde)", destacou.

Na unidade Cuidar, os usuários do Sistema Único de Saúde poderão realizar consultas e a maioria dos exames no mesmo local, com uma equipe multiprofissional, e sairão do atendimento com um plano de cuidado que inclui orientações de nutrição, atividades físicas e uso de medicamentos, dentre outros, que será elaborado por um conjunto de especialistas (médico, enfermeiro, nutricionista, educador físico, assistente social, e outros) em função do caso de saúde de cada paciente. O acompanhamento da realização desse plano de cuidados será feito pelas equipes das unidades básicas de saúde do município onde o paciente reside. Os serviços dos municípios e a unidade Cuidar irão interagir o tempo todo.

"O usuário do SUS vai passar por vários profissionais e vai sair daqui com todo um plano de cuidado. Com esse plano de cuidado, ele retorna para a unidade básica, que deve estar preparada para administrar e acompanhar junto com a pessoa atendida, o plano de cuidado. Vejam quantas inovações! Que dificuldade é fazer isso, mas nós começamos a fazer."

A Rede Cuidar em Linhares começa a atender os pacientes já agendados no dia 7 de janeiro de 2019. Durante esse período, serão realizados treinamentos e capacitações das equipes.


Linhas de cuidado, consultas e exames

A unidade Cuidar em Linhares irá oferecer duas linhas de cuidado: Saúde da Mulher e da Criança (incluindo propedêutica de câncer de mama e de colo de útero), e de Hipertenso e Diabético. Essas linhas de cuidado foram definidas após um estudo de necessidades de atendimentos na região.

As atividades serão iniciadas no dia 7 de janeiro de 2019, com atendimento na linha de cuidado de Hipertensão e Diabetes. Os demais atendimentos serão adicionados gradativamente.

Na linha de cuidado Saúde da Mulher e da Criança serão ofertados, por ano, 8.385 consultas (obstétricas, pediátricas, mastológicas e ginecológicas); 5.944 exames e procedimentos (ultrassonografias, mamografias, ECG, biópisias, colposcopias, eletrocauterizações); e 39.331 atendimentos de equipe multidisciplinar (assistente social, nutricionista, enfermagem, farmacêutico, fisioterapeuta, técnico de enfermagem).

Já na linha de cuidado de Hipertenso e Diabético, serão oferecidos 10.666 consultas (cardiologia, angiologia, nefrologia, endocrinologia); 9.891 exames (teste ergométrico, ecocardiograma, ECG, Mapa, Holter, fundoscopia, retinografia, laserterapia, doppler manual); e 32.724 atendimentos de equipe multidisciplinar (assistente social, nutricionista, enfermagem, farmacêutico, psicólogo, fisioterapeuta, técnico de enfermagem).


Profissionais

Para atuar no local foram contratados 24 profissionais, entre médicos, enfermeiros, farmacêutico clínico, fisioterapeuta, nutricionista, técnicos de enfermagem, funcionários de apoio administrativo, faturamento, recepção, almoxarife, porteiro e auxiliar de higienização.


Rede Cuidar

Para ser atendido na Rede Cuidar, o paciente deve ir até a Unidade de Saúde do seu município. Após avaliação, de acordo com a sua necessidade, será encaminhado para a Rede Cuidar.

Serão cinco unidades no total: Nova Venécia, Santa Teresa, Guaçuí (em funcionamento), Linhares (com início do funcionamento em 7 de janeiro de 2019) e Domingos Martins – cobrindo todo o Estado com consultas e exames especializados mais perto do local de moradia dos usuários do SUS. Com todas as unidades em funcionamento, estima-se que cerca de 1 milhão de pessoas deixem de ser direcionadas para a Grande Vitória em busca de atendimentos, garantindo mais qualidade de vida ao cidadão.


Hospital Geral de Linhares

Também na manhã desta sexta-feira (21), durante a solenidade de inauguração da Rede Cuidar em Linhares, o Governo do Estado assinou um convênio, no valor de R$ 5 milhões, para custeio do Hospital Geral de Linhares (HGL).

A unidade hospitalar passa por um processo de estadualização, ou seja, sua gestão deixará de ser do município para ser de responsabilidade do Governo do Estado. De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, o pedido de transferência foi feito pelo prefeito de Linhares, Guerino Zanon.

O valor do convênio será utilizado nos primeiros seis meses de transição para o financiamento do hospital. "Houve a doação do hospital para o Estado e estamos em processo de transição e assinamos hoje aqui um convênio que organiza a transição em seis meses um valor de R$ 5 milhões para poder ajudar no financiamento do hospital, para que a Sesa possa, nesse período, se organizar para assumir o hospital. A prefeitura se propôs a fazer o gerenciamento, a manter o pessoal, do jeito que está funcionando, enquanto o Estado começa a se organizar para assumir", explicou o secretário.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?