Espírito Santo

MPES entra no “Caso João de Deus” - Escândalo em Goiás

Escândalo em Goiás MPES entra no “Caso João de Deus”

Nesta semana o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) informou que vai integrar a força-tarefa criada pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) para apurar os fatos do "Caso João de Deus".

O Ministério Público está investigando as condutas e métodos de cura do mais famoso médium brasileiro, João Teixeira, mais conhecido como João de Deus. Após a denúncia de assédio sexual da coreógrafa holandesa, Zahira Leeneke Maus, diversas outras mulheres procuraram a polícia para também denunciarem João.

O MPES ressalta para que possíveis vítimas capixabas procurem o órgão para fazer denúncias, e entrem em contato pelo e-mail ouvidoria@mpes.mp.br e/ou pelo telefone 127.

Para fazer a denúncia pessoalmente as vítimas deverão prestar depoimentos nas Promotorias de Justiça de cada município, ou nas comarcas da Capital, pelas promotorias de Justiça com atribuição em violência doméstica e familiar contra as mulheres ou no Núcleo de Enfrentamento às Violências Domésticas de Gênero em Defesa dos Direitos das Mulheres (Nevid), que fica localizado no 7º andar da Procuradoria-geral de Justiça, em Vitória.

Em seguida, todas as evidências e provas serão encaminhadas para a força-tarefa do MPGO.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?