Espírito Santo

Bolsonaro sofre tentativa de homicídio - Atentado

Atentado Bolsonaro sofre tentativa de homicídio

Na tarde desta quinta-feira (6), durante um ato pacífico de campanha em Juiz de fora (MG), o candidato à presidência, Jair Bolsonaro (PSL) levou uma facada na barriga. O homem que desferiu o golpe foi contido pela multidão e posteriormente preso. 

Bolsonaro foi covardemente esfaqueado enquanto era aclamado pela população durante uma passeata e carregado no ombro por populares, na região do Parque Halfeld. Enquanto Jair estava envolvido por uma multidão, um homem covardemente se aproximou e desferiu a facada.

Depois de ferido Bolsonaro foi levado à Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora. Segundo o hospital o candidato deu entrada na emergência em torno de 15h40, com "uma lesão por material perfuro cortante na região do abdômen".

Pela gravidade do golpe, Jair foi encaminhado com urgência para o centro cirúrgico e passou por diversos procedimentos, realizado por três médicos em conjunto. 

Exames posteriores de tomografia e ultrassom confirmaram um estado mais grave do que se presumia. Uma laparotomia exploradora, procedimento muito delicado onde se abre a cavidade abdominal, para fazer um diagnóstico mais preciso diante da gravidade da situação foi realizado. O intestino grosso foi rompido em dois locais, o intestino delgado em um local, e a artéria mesentérica, responsável por levar sangue ao pâncreas, também teve que ser reconstituída. Felizmente todas as intervenções foram realizadas com sucesso. Nos procedimentos Bolsonaro recebeu duas bolsas de sangue. 

O suspeito de tentativa de assassinato foi identificado pela Polícia Militar (PM), como sendo Adélio Bispo de Oliveira. Adélio é ex filiado ao partido PSOL. De acordo com o tenente-coronel Marco Antônio Rodrigues de Oliveira, comandante do 2º Batalhão da PM de Juiz de Fora, o suspeito "alegou que tentou ferir o candidato Jair Bolsonaro por ter divergências de ideias e pensamentos com ele. Ele não tem nenhuma filiação partidária. Falou que [foi] uma questão pessoal dele. Depois não manifestou mais nada".

A Polícia Federal afirmou em nota: "[Bolsonaro] contava com a escolta de policiais federais quando foi atingido por uma faca durante um ato público na cidade de Juiz de Fora (MG). O agressor foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia da PF naquele município. Foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato".


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?