Vitória

Promessa judoca capixaba em busca de patrocínio - Karen Silvestre

Karen Silvestre Promessa judoca capixaba em busca de patrocínio

A capixaba Karen Silvestre, de apenas 11 anos se consagrou campeã nas três primeiras etapas do Circuito Estadual de Judô sub 13 do Espírito Santo, em 2018. 

A judoca faixa amarela surpreendeu a todos que prestigiaram e participaram do evento, com sua desenvoltura. Muito técnica, ágil e forte Karen derrotou todas as suas adversárias, que possuíam até dois anos a mais do que ela. 

Para o pai Werveton Charles da Costa Silvestre a filha é só orgulho. Silvestre comentou sobre a importância do judô para a filha. "Através do esporte podemos desenvolver várias habilidades, além da construção de amizades, das conquistas. No caso do judô aprendemos a ter disciplina, harmonia, humildade, foco e respeito mútuo. O judô é uma fonte de treinamento físico, mental, moral e espiritual constante. Apesar de ser uma competição individual, precisamos de outras pessoas para o treinamento e aprimoramento" disse Werveton. 

Tendo como fonte de inspiração a judoca Rafaela Silva, campeã olímpica e mundial, Karen Silvestre falou da superação do dia a dia, que mesmo sem muitos recursos nada a desanima. "Minha intensão no esporte (judô) é de chegar aonde ela (Rafaela Silva) chegou. Hoje ela é medalhista olímpica, medalha de ouro. Primeiro pretendo subir os degraus aos poucos. Ganhando o Estadual, depois o Regional e assim sucessivamente". 

A judoca ainda falou sobre a importância do esporte em sua vida. "A importância do judô é que a cada dia você aprende uma coisa nova, como respeitar os pais, você vai tirar melhores notas nas provas, se dedicar mais, se tornando uma pessoa melhor" disse Karen.

"Antes de começar a treinar o judô eu era toda dura, eu fazia duas, três flexões e já machucava o braço. Hoje não, já tenho força e pensamentos positivos que me incentivam a nunca desistir", concluiu a judoca.



Karen Silvestre está apta a participar do Campeonato Brasileiro de Judô que acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de setembro de 2018, na cidade de Campo Grande/MS. Porém a judoca não possui os recursos necessários para fazer a viagem. Caso você leitor se interessou pela história da jovem atleta e queira ajudá-la a representar o Espírito Santo nesta importante competição nacional, entre em contato com Werveton Charles da Costa Silvestre, pai da judoca e saiba como.

O custo total aproximado para a atleta e seu pai irem à competição é de R$ 1.700. O valor inclui o translado, hospedagem, alimentação, para ambos e taxa de competição. Karen Silvestre por ser menor de idade precisa viajar acompanhada de um responsável, no caso, seu pai Werveton.

Weverton Silvestre (Pai): (27) 99847-6593.




Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?