Espírito Santo

Quase 6 mil criminosos são procurados no Estado - Justiça

Justiça Quase 6 mil criminosos são procurados no Estado

De acordo com o Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o estado do Espírito Santo possui 5.833 suspeitos de cometerem um ou mais crimes sendo procurados pela Justiça. Do total, 797 são foragidos e 5.036 são procurados pela Justiça.

O BNMP foi implementado pelo CNJ em 2011 e está integrado com todos os tribunais de justiça do Brasil, é uma ferramenta que possibilita o registro e consulta de informações sobre mandados de prisão via internet. 

O Cadastro que é obrigatório e nacional traz mais segurança para a sociedade e eficiência para o Judiciário, já que todas as informações sobre pessoas procuradas pela Justiça ou presas em estados diversos estão integradas.

A lista de procurados e fugitivos no Espírito Santo é grande. Muitos dos criminosos são de fora do estado. Na internet, para consulta popular, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) reúne a lista dos fugitivos e dos 10 mais procurados do estado. Entre os crimes praticados pelos mais procurados estão os acusados de homicídios e tráfico de drogas.


Presos no Espírito Santo

Atualmente a população carcerária do Espírito Santo é de 21.083 presos, dos quais, 40 internados, 7.994 presos provisórios e 13.049 condenados. Os homens são a grande maioria. Representam 95,5% da população presa do estado. São 955 mulheres e 20.151 homens presos.


Presos no Brasil

No Brasil, 146.050 pessoas possuem mandados de prisão sem cumprimentos. Do total, 7.049 são foragidos e 139.001 procurados.

O país possui 507.500 pessoas presas, das quais, 610 internados, 212.816 provisórios, e 294.074 condenados. Esses dados não levam em conta os dados dos estados de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, que ainda não adotaram o sistema de monitoramento de prisões do CNJ.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?