Espírito Santo

Ales autoriza crédito de R$188 milhões para a segurança - Segurança Pública

Segurança Pública Ales autoriza crédito de R$188 milhões para a segurança

Nesta quarta-feira (30), na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, os parlamentares aprovaram um projeto do Governo do Estado, que prevê a contratação de crédito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para investimentos na área de segurança pública. O valor da capitalização é de R$ 188 milhões, que somado com os R$ 47 milhões já disponíveis, perfazem o valor total de R$ 235 milhões, que serão de imediato investidos na área da segurança.

Os recursos serão destinados à modernização, no reaparelhamento das polícias, tanto militar quanto civil, e na ampliação do sistema prisional capixaba. Entre as medidas estão, a renovação da frota de veículos, aquisição de armamento e equipamentos de segurança individual como coletes e coturnos, aquisição de novos equipamentos de tecnologia, telecomunicação e de inteligência policial, além de obras novas e reformas de espaços utilizados pela corporação.

Em nota, o Governo do Estado afirma dispor de margem suficiente de capacidade de financiamento para contratar a operação de crédito, considerando o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), uma vez que o Estado possui suas contas em dia. Rodrigo Coelho (PDT), explicou na Casa o momento oportuno para a contratação da operação de crédito, uma vez que a economia brasileira "apresenta sinais de melhora e estabilidade".

Em seu pronunciamento, o deputado Theodorico Ferraço (DEM), pediu uma atenção diferenciada para os profissionais da área de segurança e suas famílias. De acordo com o deputado, no mínimo 20% dos recursos, deveriam ser destinados às áreas sociais da corporação, como programas e convênios de saúde e educação, não só para os policiais e bombeiros, mas também para suas famílias.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?