Alto Rio Novo

Governo do ES vai fazer mais de 13 mil cirurgias gratuitas - Saúde

Saúde Governo do ES vai fazer mais de 13 mil cirurgias gratuitas


Em mais uma demonstração de comprometimento, o Governo do Estado anunciou nesta terça-feira (3), que realizará mutirões para agilizar o atendimento de pacientes que aguardam cirurgia eletiva, isto é, aquela em que se consegue escolher a melhor data para se realizar o procedimento cirúrgico. Serão atendidos os pacientes que precisem de reconstrução mamária e nas áreas vasculares e de ginecologia.

Sob a coordenação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o mutirão pretende realizar 8.420 cirurgias, com investimento aproximado de R$ 14.6 milhões, feito com recurso próprio do Governo Estadual.

Durante o anúncio, o governador Paulo Hartung disse que o objetivo do Estado é zerar a fila de espera por cirurgias eletivas destas três especialidades, e também de oftalmologia, até o fim deste ano. "Estamos autorizando hoje mais de 8 mil procedimentos em mais de R$ 14 milhões em investimentos, e o credenciamento de instituições importantes em nosso Estado. O Sistema Único de Saúde, o SUS, é descentralizado, hierarquizado e depende de um entrosamento entre a União, Estados federados e municípios. Após a retirada da CPMF, a União tirou o time de campo, mas aqui no Espírito Santo o Estado e os municípios tiveram que ocupar os espaços e comprometer o orçamento. O SUS depende de integração. Eu estou feliz com a integração do Estado com os municípios. Por isso, conseguimos colocar de pé a Rede Cuidar em terras capixabas", analisou Hartung.

De acordo com Ricardo de Oliveira, secretário de Estado da Saúde, serão 13 os hospitais que vão participar dos mutirões de reconstrução mamária e nas áreas vascular e de ginecologia. São eles: o Hospital Universitário Cassiano Antonio de Moraes (Hucam), que é federal, e 12 hospitais filantrópicos. Ele explicou que há hospitais filantrópicos localizados em diferentes regiões do Estado com capacidade para atender os pacientes nas especialidades que serão ofertadas, o que possibilitou descentralizar o atendimento para que a população tenha acesso aos serviços mais perto de casa.

Sobre a sequência de mutirões, o secretário de Saúde Ricardo disse. "Na semana passada, lançamos o mutirão de oftalmologia em parceria com o Hospital Evangélico de Vila Velha. Hoje, estamos dando sequência a este trabalho lançando mais estes três mutirões. São filas únicas, que montamos no Estado, identificadas por cada município e inseridas no sistema de regulação. Estamos juntos, Estado e municípios, organizando as filas para dar transparência e agilidade ao atendimento de nossa população".

Para Andréia Passamani, presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Espírito Santo (Cosems-ES), a parceria entre municípios e Estado será fundamental para novamente, em mais um ano, executar a fila de cirurgias eletivas em 2017. "A união entre o Estado e os municípios foi o que garantiu que o Espírito Santo fosse o único Estado da federação a executar a fila de cirurgias eletivas em 2017. Temos orgulho de dizer que executamos a fila no ano passado e com certeza vamos executar a fila deste ano", informou Passamani.

Os mutirões darão preferência para os pacientes que já passaram por consultas e exames especializados e já receberam encaminhamento para a cirurgia. Depois de selecionado os pacientes serão comunicados pelo município sobre a data do agendamento da consulta de avaliação com o cirurgião do hospital prestador do serviço. Caso sejam necessários exames pré-operatórios complementares, este serão ofertado gratuitamente no mutirão.

Pessoas que suspeitam que tenham problemas de saúde e se enquadram nos casos cirúrgicos acima descritos, devem procurar o Sistema Único de Saúde (SUS) para ter acesso ao tratamento.  Procure a unidade de saúde mais próxima de sua residência e se consulte com um médico. Caso confirmado alguma doença, o médico te encaminhará para um médico especialista da área, e caso necessário, você será encaminhado para o hospital de referência que realizará a cirurgia.

Os hospitais participantes dos mutirões são: Santa Casa de Misericórdia de Vitória; Hospital Evangélico de Vila Velha; Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt – Domingos Martins; Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Hucam) – Vitória; Hospital Nossa Senhora da Penha – Santa Leopoldina; Hospital Padre Máximo – Venda Nova do Imigrante; Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim; Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim; Hospital Evangélico de Itapemirim; Hospital Apóstolo Pedro – Mimoso do Sul; Santa Casa de Misericórdia de Colatina; Hospital São José – Colatina e Hospital São Marcos – Nova Venécia.

Ginecologia e reconstrução mamária

Para as cirurgias ginecológicas, serão ofertados 4.492 procedimentos, com um custo de R$ 6.936.534,60. Serão realizados os seguintes procedimentos ginecológicos: histerectomia total, para retirada do útero e do colo do útero; miomectomia, para remoção de miomas uterinos; colpoperineoplastia, para correção de defeitos sintomáticos da parede posterior da vagina e defeitos do corpo perineal; e salpingectomia unilateral ou bilateral, que é um procedimento para retirada de uma ou de ambas as trompas de falópio.

Para as cirurgias de reconstrução mamária, será ofertados 600 procedimentos, com um custo de R$ 2.743.998,00. A reconstrução será realizada em mulheres que submeteram à mastectomia, isto é, retirada de uma ou ambas as mamas devido ao câncer.

O objetivo destas intervenções é de reduzir o tempo de espera das mulheres por estes procedimentos, melhorando assim a qualidade de vida dessas pessoas que são mães, esposas, e aumentando a autoestima nos casos de reconstrução mamária.

Vascular

Para os procedimentos cirúrgicos na área vascular, serão ofertadas 3.328 cirurgias para tratamento de varizes unilateral ou bilateral (em uma ou nas duas pernas) e para tratamento de lesões vasculares. O recurso para a realização desses atendimentos será de R$ 4.984.135,04.

Oftalmologia

Nesta segunda-feira (02), o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) – iniciou o mutirão na área de oftalmologia. Serão ofertados 4.860 procedimentos cirúrgicos nos olhos, atendendo pessoas de todo o Estado com catarata e doenças de retina. As cirurgias serão feitas no Hospital Evangélico de Vila Velha, que é referência em cirurgias oculares, com custo de R$ R$ 4.861.337,80.

 



Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?