Espírito Santo

ES é o estado com melhor índice de vendas no varejo - IBGE

IBGE ES é o estado com melhor índice de vendas no varejo

De acordo com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Espírito Santo é o estado brasileiro que no primeiro trimestre deste ano registrou o maior crescimento no volume de vendas no comércio varejista. 

Com um índice de 20% o Espírito Santo superou os estados de Santa Catarina (16,4) e Amazonas (15,3%), estados que ficaram em segundo e terceiro lugar respectivamente. A média nacional, no mesmo período foi de apenas 6,6%.
O estudo ainda divulgou que o estado capixaba no mês de março liderou no volume de vendas, com índice de 16,3%.
O dado do comércio varejista mede as vendas feitas diretamente ao consumidor final, e é um importante instrumento para verificar a "saúde" da economia e é comumente afetado pelo desemprego. 

Segundo Regis Mattos, secretário de Estado de Economia e Planejamento, o resultado é mais um indicativo que o estado do Espírito Santo possui uma das melhores, se não a melhor administração do Brasil. "Mais uma evidência de que, organizado, o Espírito Santo sai na frente com a retomada de crescimento da economia do país", disse o secretário. 

De acordo com Mattos, o Governo do ES mantem as suas contas em ordem, pagando em dia seus colaboradores e fornecedores. Possui os melhores e mais inovadores projetos sociais como a Escola Viva, Rede Cuidar e Ocupação Social, dentre outros. Além de possuir a melhor política de sustentabilidade e meio ambiente do Brasil, com diversas obras de saneamento básico, construção de barragens e ações de reflorestamento de matas ciliares e nascentes de água. Assim, o estado inspira a confiança dos diversos agentes econômicos que aqui investem.

Para Bruno Funchal, secretário de Estado da Fazenda, o bom desempenho do Espírito Santo não é nenhuma surpresa. "É o resultado das ações concretas que o Governo tomou ao longo dos últimos três anos, tanto no que diz respeito à parte fiscal, quanto às ações para a melhoria do ambiente de negócios. Já vínhamos acompanhando o bom desempenho do setor que, neste primeiro trimestre registrou uma arrecadação 17,5% acima do mesmo período de 2017", ressaltou.

Os setores com maior crescimento no estado foram os supermercados e da venda de veículos. Essas duas atividades tiveram maior relevância na composição do varejo ampliado do Estado e que mais impactaram positivamente no desempenho do comércio.

"Com isso, a média móvel trimestral teve ligeiro aumento de 0,3% frente ao trimestre encerrado em fevereiro. Na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista cresceu 6,5% em relação a março de 2017, o maior resultado desde abril de 2014 (6,7%). Com isso, o varejo acumulou altas de 3,8% no ano e de 3,7% nos últimos 12 meses, mantendo a recuperação em curso desde outubro de 2016", disse Bruno.


Regis Mattos.


Tags:




Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?