Vitória

Mãe flagra soro vencido sendo usado com filho no Hospital - Hospital Infantil

Hospital Infantil Mãe flagra soro vencido sendo usado com filho no Hospital

Uma economista acusa o Hospital Infantil de Vitória de usar soro fora do prazo de validade durante a quimioterapia de seu filho, de oito anos, que trata uma leucemia na instituição, nesta quarta-feira (25).

Um vídeo feito por Deltiane Pereira mostra o frasco etiquetado com os dados do menino, Enzo Sperotto Lasaro, e logo abaixo a data de fabricação (março de 2016) e a de validade (fevereiro de 2018).

"Vi que o soro estava vencido já havia dois meses. Eu chamei o corpo de enfermagem e disseram que a quimioterapia não podia parar de jeito nenhum, mesmo o soro estando vencido, porque seria um risco maior. Então deixaram o soro correr", contou a mãe.

Mais tarde, segundo Deltiane, outra enfermeira esteve no local e suspendeu o procedimento, dizendo que seria compensado posteriormente. "Eu fiquei mais nervosa ainda. Para a quimioterapia ou não para, isso tudo com o soro vencido. E o que vai acontecer depois? Não veio um médico para me dar satisfação, pra dizer o que poderia ocorrer realmente", desabafou a economista.

É a segunda vez que o garoto faz tratamento contra leucemia no Hospital Infantil. A primeira foi de março de 2015 até abril de 2017, mas infelizmente a doença voltou. Deltiane conta que da primeira vez chegaram a errar a medicação do menino.

Desta vez, por conta da agressividade do tratamento, a criança está com dificuldades até para conversar. "Ele está sem falar e sem se alimentar. Só está tomando líquido por meio de uma seringa. Está com a boca bastante ferida", relatou.

A mãe disse que a família pensa em levar o filho para fazer tratamento em São Paulo, com a ajuda de uma Organização Não-Governamental (Ong). Deltiane também não descarta a possibilidade de entrar na justiça.

Apesar do flagrante da mãe, a Secretaria de Estado da Saúde informou que há farmacêutico responsável pela distribuição de medicamentos no Hospital Estadual Infantil de Vitória. Segundo o órgão, não consta nenhum soro com data vencida no estoque da unidade. A Sesa está apurando os fatos.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?