Viana

Incaper cria adubo à base de iodo de Café Solúvel - Agricultura

Agricultura Incaper cria adubo à base de iodo de Café Solúvel

Na manhã desta quinta-feira (05), agricultores receberam mais orientações a respeito da reutilização de toneladas de lixo orgânico em matéria utilizável na agricultura. Trata-se da proposta da Usina de Compostagem localizada na Fazenda Experimental do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) localizada em Jucuruaba, em Viana.

A usina é responsável pela mistura de compostagem, fruto de um subproduto da Real Café, o Iodo de Café Solúvel, que pode ser utilizado na agricultura. O subproduto é doado pela empresa e entregue na usina por meio de uma logística feita pela Prefeitura. No local, o material passa por uma pré-compostagem durante 72 horas. Após esse período, o produto estará apto para ser entregue e distribuído para os agricultores e já utilizado.

Na ocasião, o Pesquisador do Incaper, João Araújo, ministrou uma palestra a respeito de compostagem, com ênfase no pré-composto à base de Iodo de Café Solúvel. Segundo ele, a partir do processo de moagem do café reproduzido na usina, resultam em três subprodutos: a borra de café, a palha de café e a cinza de café. Todos eles altamente com teor de potássio e cálcio, benéficos na adubação.

Ele explicou sobre os benefícios da palha de café como parte fundamental do processo. "A palha de café vai servir para dar o suporte de pré-secagem. Ela será o enchimento desse produto para que ele venha se tornar de 70% de umidade para 30%. Dessa forma, os agricultores podem usar no plantio ou em covas", explica.

Ele citou a cinza como um outro subproduto que pode ser usado para correção de solo. "Essa cinza é uma matéria orgânica que geralmente é queimada e os minerais ali são liberados. Esse sistema conhecido como calagem, efeito de adubar a terra, que geralmente é feita com calcário, no nosso caso será usado a cinza que tem um efeito mais eficiente de correção, pois possui um teor bem superior de calcário, cálcio e magnésio".

Em torno de 150 toneladas de compostagem já está pronta para ser entregue aos agricultores locais. Pouco mais de 50 toneladas já foram entregues ao Assentamento Santa Clara, em Jucuruaba. Agricultores dos municípios de Vila Velha, Cariacica, Guarapari e Domingos Martins também poderão receber parte do material reutilizável nas lavouras.

Valter Ferreira Barcelos, produtor rural em Viana, planta em sua propriedade café, banana, gengibre, urucum, cana-de-açúcar, entre outras culturas. Recentemente ele inaugurou em sua propriedade. "Inaugurei a pouco tempo uma área de lazer. Já tenho um engenho de cana, já construí o taxo para fazer a rapadura, vou plantar 50 Kg de gengibre para fazer a rapadura também, já tenho um bojo com água de coco natural e café e urucum no pilão. Estou ansioso porque vou receber da Fazenda do Incaper mudas de banana e de cacau, além do composto mineral. Espero ver os próximos resultados".

De acordo com o chefe do escritório local do Incaper, o extensionista Ederaldo Panceri Flegler, já foram identificadas em Viana nove unidades de observação distribuídas com as culturas banana, café e cana. "Já foram coletadas as análises de solo para posteriormente iniciarmos as avaliações de compostagem mais adequada para cada tipo de cultura e de solo. Nesse sentido, além de termos oferecido a área para a usina, as ações da pesquisa e da extensão rural irão contribuir para nortear os agricultores familiares", explicou.

O supervisor da Fazenda Experimental, Afonso Carlos Valentim, reforçou que esse é um projeto que se encaminha para ser referência no Estado. "Dar ao agricultor a oportunidade de recuperar as nascentes, com o plantio de mudas, entre outras ações é uma forma de incentivar o agricultor que vai ter acesso a um produto com custo zero, no final das contas. Estamos no caminho certo, num sistema de cooperativismo e associações que valorizam a agroecologia e a agricultura orgânica. Temos que ter um olhar para a cadeia produtiva de forma sustentável, desde a folha até o seu subproduto, acompanhados pela pesquisa e pela extensão rural", disse.

Dentre os critérios para retirar a compostagem estão, ser agricultor familiar, assentado, quilombola, ou pequeno produtor; possuir bloco de notas de produtor rural e priorizar culturas alimentares. O metro cubico da compostagem irá passar a ser vendido a um preço simbólico de R$ 10 reais.

O evento foi realizado no Parque Natural Municipal "Rota das Garças", em Viana.

Assessoria de Comunicação do Incaper


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?