Cariacica

Detran|ES inicia reunião para monitoramento de rochas - Segurança

Segurança Detran|ES inicia reunião para monitoramento de rochas

Com o objetivo de reduzir os acidentes de trânsito envolvendo transporte de blocos e chapas serradas de rochas ornamentais, o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) realizou nessa terça-feira (20) a primeira reunião de trabalho para desenvolvimento de estudos e pesquisas aplicadas sobre acidentes de trânsito e suas causas no Estado do Espírito Santo, com vistas à implantação do Programa voluntário de monitoramento logístico de rochas ornamentais e do observatório de registro de informações.

Participaram da reunião equipes do Detran|ES, da Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop), do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit-ES), do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (DER-ES), da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e da Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (FEPESE), instituição de apoio à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Laboratório de Transportes da UFSC (Labtrans).

De acordo com o diretor-geral do Detran|ES, Romeu Scheibe Neto, a reunião foi bastante produtiva para a realização da coleta de informações que viabilizarão a execução do Programa voluntário de monitoramento logístico de rochas ornamentais e do observatório de registro de informações. Romeu ainda comentou sobre os próximos encontros: "Hoje, identificamos uma série de pontos de convergência na execução do projeto e amanhã (21) teremos outras reuniões com o setor de rochas, de transporte, com o setor de fiscalização, tanto com a Polícia militar quanto a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que contribuirão com a execução do projeto. À tarde estaremos com o Ministério Público, que coordena esse projeto".

Segundo a coordenadora de projetos de segurança viária do Labtrans, Camila Barreto, esse projeto possibilitará o desenvolvimento de uma metodologia no apoio à fiscalização e ao policiamento ostensivo visando sempre ao aumento da segurança viária. "Esse Programa visa criar cercas eletrônicas de monitoramento de tráfegos. Com isso, minimizar o transporte irregular, com foco inicial em rochas ornamentais, mas será expandido a todo transporte de carga e almejamos uma redução de acidentes de trânsito", comentou.

O Engenheiro civil da Universidade de Santa Catarina e especialista em Tecnologia de pesagem em movimento Gustavo Garcia Otto ressaltou a importância dessas primeiras reuniões. "Conversamos sobre como construir esse projeto. Como universalizar o conhecimento com todos os atores envolvidos e agregar as necessidades de cada um dos setores para constituirmos o modelo da cerca eletrônica e do observatório".

Já o Doutor e professor Flávio De Mori, do Laboratório de Transportes da UFSC (Labtrans), destacou os benefícios dessa parceria. "Hoje foi o início de um processo de trabalho que visa viabilizar um projeto para implantação de um sistema de monitoramento eletrônico de veículos de cargas de transporte de mercadorias para que o Estado do Espírito Santo. Essa iniciativa do Detran juntamente com os demais parceiros é de suma importância para prover o Estado de informações para que ele possa fazer o planejamento, a fiscalização e o controle da segurança viária".

Em outubro do ano passado, Romeu Scheibe Neto, juntamente com os representantes do segmento de blocos e chapas serradas de rochas ornamentais e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Espírito Santo, realizou uma visita técnica à Universidade Federal de Santa Catarina, onde conheceu soluções tecnológicas que, uma vez implantadas, ajudarão no combate do transporte irregular de rochas ornamentais, permitindo uma ação mais efetiva da fiscalização do excesso de peso transportado.

Vale lembrar que o Detran|ES, o Sindirochas Espírito Santo, o Centro Tecnológico do Mármore e Granito (Cetemag), a Associação Nacional dos Organismos de Inspeção (ANGIS) e o Sest/Senat realizaram uma ‘força-tarefa’ no ano passado, a fim de promover a regularização dos condutores e veículos que fazem o transporte de rochas nas rodovias do Estado.




Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?