Ecoporanga

Consumidor já pode economizar com aplicativo Menor Preço - Consumidor Capixaba

Consumidor Capixaba Consumidor já pode economizar com aplicativo Menor Preço

   

Os capixabas ganharam um poderoso aliado para economizar na hora de ir às compras. Isso porque o Governo do Estado - por meio da Secretaria da Fazenda - lançou, nesta terça-feira (20), o aplicativo Menor Preço. Com ele será possível comparar o preço de diversos produtos em estabelecimentos comerciais em todo o Estado. No final da pesquisa, o aplicativo ainda orienta como chegar ao local escolhido.

A solenidade de lançamento aconteceu no Palácio Anchieta e contou com a presença do governador Paulo Hartung, do secretário de Estado da Fazenda, Bruno Funchal, de representantes do setor varejista e do presidente da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), Jacson Carvalho Leite, representando o Governo do Paraná (PR), que desenvolveu o Menor Preço, em 2016.


"Esse aplicativo é mais uma demonstração do que as novas tecnologias possibilitam para a sociedade e o setor público. É uma medida para auxiliar os consumidores capixabas. Também por meio desta ferramenta poderemos combater a concorrência desleal feita com sonegação fiscal. É uma ferramenta que irá ajudar o cidadão e os comerciantes", ponderou o governador Paulo Hartung.

O sucesso do aplicativo chamou a atenção do Governo do Espírito Santo que, em outubro de 2017, assinou um protocolo de intenções com o Governo do Paraná para trazer a ferramenta para o Estado. Com isso, o Espírito Santo passa a ser o primeiro a replicar a tecnologia paranaense.

Além de ser uma prestação de serviços à sociedade, o Menor Preço estimula a concorrência no varejo e combate a sonegação fiscal. Dessa forma, o aplicativo permite ganho efetivo do consumidor na hora das compras.

O secretário Bruno Funchal ressaltou que o Menor Preço é uma forma de o Governo do Estado, que fez o dever de casa em relação ao equilíbrio das contas, ajudar as famílias capixabas a também fazerem isso. "O Menor Preço vai ajudar o consumidor a pagar mais barato, mostrando quais estabelecimentos estão cobrando mais ou menos pelo mesmo produto. Isso estimula a concorrência no varejo. Para o Governo do Estado o aplicativo também é importante, uma vez que vamos ter o cidadão participando mais desse processo, pedindo a nota fiscal. O comércio, por sua vez, vai querer emitir nota fiscal, porque ele vai participar do aplicativo e fazer um marketing do próprio estabelecimento. Ou seja, temos um conjunto de boas características para o Estado, para os contribuintes e para o cidadão", afirmou.

Funchal também destacou a importância da parceria com o estado do Paraná para a implantação do Menor Preço no Espírito Santo. "Desde o primeiro momento o Governo do Paraná, por meio do secretário de Estado da Fazenda, Mauro Ricardo, se colocou à disposição para realizarmos uma cooperação. A partir daí iniciamos essa parceria e vimos como a Celepar vem trabalhando em uma melhora constante da ferramenta".

O presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite, afirmou que a parceria com o Espírito Santo está abrindo a discussão de um modelo de integração nacional do aplicativo. "O Espírito Santo é um estado muito evoluído tecnologicamente e tem um governo digital de alta qualidade. No momento em que estabelecemos uma integração de ações conjuntas para a gestão pública, é vital para o Paraná o exercício desse projeto piloto, no qual o Espírito Santo vai desenvolver ainda mais a atividade e vai possibilitar que melhoremos cada vez mais a evolução do Menor Preço", frisou.

Fácil de usar

Disponível gratuitamente para usuários de smartphones nas plataformas iOS e Android, o Menor Preço compara o quanto custa um mesmo produto em diversos estabelecimentos. Os preços são atualizados em tempo real, com base nos registros das Notas Fiscais do Consumidor Eletrônica (NFC-e). Atualmente, no Estado, 40 mil estabelecimentos já aderiram à NFC-e e emitem uma média mensal de 7 milhões notas fiscais.

Entre os produtos disponíveis para consulta no Menor Preço estão os alimentícios, medicamentos, combustíveis, higiene e beleza, vestuário, brinquedos e outros.

Para fazer o comparativo, o consumidor faz a leitura do código de barras do produto que pretende pesquisar ou digita o nome do que procura no campo de busca. O aplicativo também fornece o mapa de localização, o endereço e o trajeto até o estabelecimento escolhido pelo cliente. O usuário pode compartilhar com outras pessoas o resultado da sua busca.

O Menor Preço também permite a criação de listas de produtos, para que o consumidor verifique onde cada item de sua compra está mais barato. Com a lista salva, é possível procurar todos ao mesmo tempo. Para utilizar essa opção é preciso fazer cadastro no site do Programa Nota Paraná (www.notaparana.pr.gov.br). Em breve será possível fazer o cadastro via Facebook ou Google.

O usuário pode estabelecer critérios na hora de fazer sua pesquisa, como a distância entre ele o estabelecimento e a data em que o produto foi vendido. Para consultas simples não é necessário ser cadastrado. O histórico da pesquisa realizada e a variação de preço do produto ficam registrados.

Downloads

No Paraná, desde seu lançamento, o aplicativo teve mais de 604 mil downloads e mais de 35 milhões de acessos (registrados via google analytics), e obteve nota de referência 4,1 na Google Play e de +4 na Apple Store, em mais de 2.045 avaliações.

Em 2017 o Menor Preço foi um dos vencedores da 16ª edição do Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov 2017), na categoria e-Serviços Públicos, entre os 89 projetos inscritos. O prêmio tem por objetivo reconhecer e incentivar o desenvolvimento de projetos e soluções de governo eletrônico nas administrações públicas federal, estaduais e municipais.

Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) é a versão totalmente eletrônica dos atuais documentos fiscais em papel utilizados no varejo. A NFC-e abrange, exclusivamente, operações comerciais de venda no varejo a consumidor final, de forma presencial ou para entrega em domicílio, ocorridas no Estado. Apesar da obrigatoriedade de credenciamento ao sistema, o início da emissão da nota fiscal neste novo modelo pode acontecer até o dia 31 de dezembro, em razão de contribuintes possuírem o aparelho ECF.

Saiba mais sobre o Menor Preço

O que é: Aplicativo criado pelo Governo do Paraná que compara, pelo celular, preços de diversos produtos comercializados em estabelecimentos que já emitem a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Pioneirismo: O Menor Preço é um aplicativo inédito e o Espírito Santo é o primeiro Estado a replicar a tecnologia paranaense

Base de dados: A base usada para o aplicativo são informações contidas nas NFC-e emitidas pelos estabelecimentos varejistas.

Atualização dos dados: Os preços são atualizados em tempo real, ou seja, assim que a nota fiscal é emitida, o valor do produto é carregado para o Menor Preço.

Estabelecimentos participantes do Menor Preço: Todos os estabelecimentos que emitem NFC-e. Atualmente, no Estado do Espírito Santo, são mais de 40 mil estabelecimentos.

Credenciamento de estabelecimentos: A participação no Menor Preço acontece de forma automática assim que o contribuinte começa a emitir NFC-e.

Funcionalidades

A busca inclui produtos desde eletrônicos até preços de combustível
É possível consultar preços de estabelecimentos em todo o Estado
A consulta é feita por código de barra ou apenas pesquisando pelo nome do produto.
Pode criar uma lista de produtos e pesquisar em diversos estabelecimentos
Também é possível filtrar preços por valor mínimo e máximo, distância e data da venda.
Feita a escolha do estabelecimento, o aplicativo mostra o mapa, os locais mais próximos e o caminho a ser seguido para chegar ao endereço.
Também é possível compartilhar com amigos o resultado da busca.

Cadastro de usuário: Para pesquisas de preços simples não é necessário cadastro, mas para criar listas de compra antes é preciso fazer o cadastro do usuário no site do Programa Nota Paraná www.notaparana.pr.gov.br. Em breve será possível fazer o cadastro via Facebook ou Google.

Abrangência: O Menor Preço está disponível em todo o Estado do Espírito Santo. Mas, para efeito de pesquisa, o raio de abrangência é de até 20 quilômetros de onde está o usuário, que pode optar por reduzir essa distância.





Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?