Vitória

Aberto ao público o Museu de Ciências da Vida - UFES

UFES Aberto ao público o Museu de Ciências da Vida

O público capixaba vai poder conferir, a partir desta terça-feira (13), o Museu de Ciências da Vida (MCV), que está instalado no Centro de Vivência da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), campus de Goiabeiras. A primeira exposição na nova sede do museu, "A métrica do corpo humano", proporciona aos visitantes um acervo de peças anatômicas reais plastinadas ou fixadas em formol, como os corpos humanos, que permitem que o público conheça detalhes por meio da visualização de ossos, espécimes naturais mumificadas.

A exposição será aberta ao público em geral e também a excursões escolares. Será mantida uma parceria com a Secretária de Estado da Educação (Sedu) e secretarias municipais de Educação, para a capacitação de professores da rede pública de ensino básico, permitindo o acesso ao conteúdo do MCV e da exposição.

O MCV, que é um programa de extensão da Ufes, é coordenado pelo professor Athelson Stefanon Bittencourt, do Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Farmacologia do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Ufes. Mais informações no site Mais informações: www.mcv.ufes.br


Acervo

O acervo em exibição no Museu de Ciências da Vida da UFES conta com 200 peças anatômicas pertencentes, incluindo modelos sintéticos interativos, esquemas, gravuras, material natural mumificado ou fixado em formol. Inclui corpos ou órgãos humanos dissecados; fetos em diferentes estágios de desenvolvimento embrionário; fetos com más formações e situações relativas a patologias que acometem o ser humano. 

Cada peça anatômica deste acervo foi trabalhada para apresentar de forma didática, educativa e atrativa, a constituição do corpo humano mantendo, entretanto, o compromisso rigoroso com o conteúdo científico. Todo o trabalho do Museu de Anatomia e sua coleção de peças estão registrados e aprovados pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFES. 

Cada peça do acervo está sistematicamente catalogada e possui uma descrição informativa que facilita o entendimento do visitante. Para os portadores de deficiência visual, as peças que permitem interatividade, aproximadamente 90, poderão ser tocadas e cada visitante deficiente receberá um catálogo em braile destas peças. Respondendo a uma das questões mais frequentes, os cadáveres de onde são preparadas as peças para o Museu normalmente são corpos não reclamados por mais de 30 dias, que os órgãos competentes podem destinar para estudo e pesquisa científica (lei 8.501/92).

O acervo do museu está organizado por sistemas, de modo que o visitante possa desenvolver um roteiro mais didático, iniciando pelas células e tecidos, seguido pelos vários sistemas: esquelético-locomotor, respiratório, cardiocirculatório, digestório, nervoso, reprodutor, desenvolvimento embrionário, anomalia e má formação, terminando com uma seção de microscopia. 

A coleção do museu conta com peças raríssimas que mostram, de uma forma muito clara, momentos muito especiais da vida, tais como: uma barriga grávida com o feto em posição de nascimento aos 7 meses de gestação; um sequência embrionária que mostra um embrião de 6 semanas até o nascimento, com 37; o museu também conta com um cadáver inteiramente dissecado para evidenciar todos os músculos superficiais do corpo, reunindo centenas de diferentes estruturas em uma mesma peça e muitas outras peças que provocam muito a curiosidade e a busca pelo conhecimento daqueles que, por aqui passam. 

Os trabalhos desenvolvidos no Laboratório e Museu de Ciências da Vida da UFES são feitos sempre pautados pela ética, respeito e disciplina, objetivando o desenvolvimento do conhecimento e o aprimoramento científico acerca do corpo humano.





Serviço:

Exposição "A métrica do corpo humano"

Período: De 13 de março a 31 de julho
Local: MCV – Campus de Goiabeiras. No Centro de Vivência, atrás do Teatro Universitário.


Horário de funcionamento: De terça-feira a sexta-feira – das 8h30 às 12h e das 14h às 17h30 – Sábados – das 8h30 às 12h30


Assessoria de Comunicação da Secult

Carol Veiga / Erika Piskac / Danilo Ferraz

secultes.imprensa@gmail.com

comunicacao@secult.es.gov.br

Tels.: 3636-7111/99808-7701/99902-1627;

Facebook: secult.espiritosanto


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?