Espírito Santo

ES recebe recursos para ampliação de serviços de saúde - Investimentos no ES

Investimentos no ES ES recebe recursos para ampliação de serviços de saúde

A construção do Hospital Estadual Geral de Cariacica ganha um reforço de R$ 74 milhões com a liberação da emenda impositiva da bancada do Espírito Santo por parte do Governo Federal. O repasse do recurso foi anunciado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, em cerimônia realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, na tarde desta quarta-feira (20).

Participaram da solenidade inúmeras autoridades políticas, entre elas deputados federais, prefeitos, vereadores, secretários municipais de saúde, além de representantes de instituições de ensino e de hospitais públicos e privados.

Outro anúncio feito pelo Ministro da Saúde foi um total de R$ 15,9 milhões para expansão do serviço de radioterapia para o Hospital Maternidade São José, em Colatina, e o Hospital Rio Doce, em Linhares, ambos filantrópicos. Com isso, será possível a ampliação do atendimento em radioterapia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Espírito Santo.

"Estamos investindo R$ 74 milhões no Hospital de Cariacica, numa emenda da bancada. O hospital é uma grande estrutura de saúde que o governador colocará à disposição da população. E a radioterapia, que receberá também recursos por meio do Hospital Rio Doce, em Linhares, e Hospital São José, Colatina, além da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, que receberá recursos para construção do bunker e colocação do equipamento que o hospital já dispõe. Nós estamos crescendo na radioterapia, crescendo na ação de saúde é Estado, municípios e União. Financiamento tripartite. Portanto, a todos os parabéns por essas conquistas", disse o ministro.

O governador Paulo Hartung ressaltou que os investimentos e a visita feita pelo ministro da Saúde são frutos de um trabalho desenvolvido pela bancada federal. "O ministro Ricardo Barros vem ao Espírito Santo anuncia um conjunto de investimentos importantes. São recursos para atenção básica de saúde em um conjunto de municípios, recursos para os hospitais filantrópicos capixabas e, também, para um trabalho importante e de muita sensibilidade que é o reforço no trabalho de oncologia e radioterapia pode serem implantados na região Norte do nosso Estado", destacou.

Hartung disse que dentro desta parceria é importante destacar o Hospital de Cariacica. "É uma obra que estamos estartando onde já demos ordem de serviço para preparar a base. Em um próximo passo, vamos licitar todo o hospital, obras e equipamentos, e nesta frente a nossa bancada federal batalhou bastante para conseguir a liberação de R$ 70 milhões que serão disponibilizadas pela União a partir desta visita do ministro ao Estado", disse o governador.

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, avaliou que o Ministério da Saúde precisa ainda aumentar sua participação nos investimentos, mas considerou o anúncio feito pelo ministro como um presente de NataNatal.

"80% do investimento em saúde no Espírito Santo é feito pelo Estado e pelos municípios, somente 20% é federal. Com esses investimentos, o Ministério da Saúde está recuperando parte da dívida que ele tem com o Estado. É um presente de Natal", comentou Oliveira.

O Hospital Estadual de Cariacica será construído pelo Governo do Estado às margens da Rodovia Leste-Oeste, no bairro Bela Vista, e será uma unidade de atendimento adulto e infantil, com serviço de maternidade e com pronto-socorro clínico e cirúrgico. Neste momento, estão sendo realizadas as intervenções para início da terraplanagem e construção de vias de acesso ao hospital.

O Hospital Estadual Geral de Cariacica terá 400 leitos no total. Contará com uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com 50 leitos, e mais 30 leitos de cuidados semi-intensivos. Terá ainda uma Unidade de Tratamento Intensivo Pediátrico (Utip) com 10 leitos, uma Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (Utin) com 10 leitos, uma Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais (Ucin) com 15 leitos e uma Maternidade com 40 leitos que será referência para gestação de alto risco e risco habitual. Além disso, o hospital terá 125 leitos de enfermaria, 120 de retaguarda para receber pacientes encaminhados de outros hospitais e um centro cirúrgico com seis salas de cirurgia.

O empreendimento está orçado em R$ 230 milhões, entre obra e equipamentos, e será uma referência importante na arquitetura hospitalar sustentável no Brasil. Uma das marcas do projeto arquitetônico do hospital é a criação de espaços que integram o paciente com a natureza. Também são aspectos importantes a utilização de programas de eficiência energética, com coletores solares e outros equipamentos, reuso de água, controle de resíduos, destinação e controle de esgoto, além do sistema de climatização totalmente automatizado, com filtros especiais para os diferentes ambientes.

O Hospital Estadual Geral de Cariacica contará com as seguintes especialidades: clínica médica, neurologia, nefrologia, cirurgia geral, maternidade, cirurgia de cabeça e pescoço e terá capacidade para realizar 8.200 atendimentos por mês só no pronto-socorro.

Radioterapia

Outro anúncio feito pelo Ministro da Saúde foi a expansão do serviço de radioterapia para o Hospital Maternidade São José, em Colatina, e o Hospital Rio Doce, em Linhares, ambos filantrópicos. Com isso, será possível a ampliação do atendimento em radioterapia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Espírito Santo.

Por meio do Plano de Expansão da Radioterapia, o Ministério da Saúde repassará um total de R$ 15,9 milhões para aquisição de dois aceleradores lineares, que é o equipamento utilizado para realização de radioterapia, e para a construção dos bunkers que vão abrigar os aparelhos nesses hospitais. Cada novo equipamento será responsável por cobrir 500 mil pessoas e 900 novos casos de câncer por ano. Os bunkers, ou casamatas, são estruturas construídas em concreto extremamente espesso para evitar o extravasamento da radiação para o ambiente externo.

Tanto o Hospital Maternidade São José, em Colatina, quanto o Hospital Rio Doce, em Linhares, já oferecem atendimento oncológico pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Nesses hospitais, são realizadas sessões de quimioterapia e cirurgias oncológicas. Com o recurso que será repassado pelo Ministério da Saúde, passarão a ofertar também radioterapia, melhorando o atendimento da população em toda a região Central e Norte do estado.

Atualmente, o Espírito Santo possui oito serviços para tratamento oncológico. Desses, dois oferecem radioterapia: o Hospital Santa Rita de Cássia, em Vitória, que possui dois aceleradores lineares, e o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim, que também conta com dois equipamentos. Juntos, esses dois serviços realizaram, de janeiro a setembro deste ano, 183.483 sessões de radioterapia. O Santa Rita possui um terceiro equipamento, adquirido por meio de parceria direta com o Ministério da Saúde, com previsão de entrar em funcionamento ainda este ano. O Hospital Evangélico de Vila Velha também possui um acelerador linear fornecido pelo Governo do Estado e o hospital está em fase de construção do bunker.

Há ainda no estado outros cinco serviços que não ofertam radioterapia, mas realizam cirurgias oncológicas e quimioterapia. São eles: Hospital Estadual Infantil de Vitória, Santa Casa de Vitória, Hospital Evangélico de Vila Velha, Hospital Universitário Cassiano Antonio de Moraes (Hucam), além do Hospital Maternidade São José, em Colatina; e do Hospital Rio Doce, em Linhares.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?