Água Doce do Norte

Ações que geram desenvolvimento do turismo no Espírito Santo - Turismo Capixaba

Turismo Capixaba Ações que geram desenvolvimento do turismo no Espírito Santo


Em entrevista concedida ao Capixabão, a subsecretária de estado do Turismo, Simone Modolo, conta como tem sido feita a promoção turística do Espírito Santo, que é um dos principais motivos para o desenvolvimento setor.
Simone declarou que a promoção do nosso destino turístico tem que ser constante, por este motivo, a Setur participa semanalmente de algum evento turístico, para promover o turismo no Estado. Participou recentemente de eventos específicos para operadores de viagem, do Congresso Nacional de Turismo da ABAV, do WTM, do Festival de Turismo de Gramado, como também de outros festivais realizados pelo Brasil.
  
A assessora de comunicação Tatiana Negris, informou que a secretaria participou recentemente de uma capacitação dirigida aos agentes de viagens cadastrados, em parceria com a TREND Operadora de Turismo. Nesta capacitação, os agentes receberam informações sobre os atrativos turísticos do Espírito Santo, visando aumentar o fluxo de turistas no Estado. A mesma ação foi estendida aos agentes de viagem de São José dos Campos (SP), Brasília (DF), São Paulo (capital) e Rio de Janeiro, para melhorar cada dia mais a fomentação do turismo capixaba.
 
"Trabalhamos também com a CVC, que é a maior operadora de turismo do país. Trouxemos 60 agentes de turismo que trabalham com a CVC para conhecer nosso Estado e assim, poder vender melhor as belezas naturais do Espírito Santo. Além disso, promovemos também Fanpress, com a participação de jornalistas que trabalham para diversos veículos de comunicação especializados em turismo", complementa Simone. 
  
De acordo com a subsecretaria, em termos de investimentos, o Governo do Estado está realizando a ampliação da urbanização do Nova Orla do Canal de Guarapari, uma obra orçada em aproximadamente R$ 45 milhões. Além disso, as obras realizadas pelo Programa Caminhos do Campo, - um programa da Secretaria de Estado da Agricultura - contribui muito para o crescimento turístico nas regiões que desenvolvem o agroturismo.
  
PESQUISA INÉDITA NA AMÉRICA LATINA

Através de pesquisas de fluxo turístico contratada diretamente da Vivo (empresa de telefonia móvel), utilizando tecnologias de Big Data (através dos DDD’s utilizados nos aparelhos de celular), a Setur tem acesso a informações para diagnosticar de onde o turista está vindo, o tempo de permanência dele no estado, onde ele dormiu e onde visitou.
Uma pesquisa inédita em toda a América Latina, que já está sendo solicitada por outros estados, que também querem contratar este serviço prestado pela Vivo, a única operadora de telefonia móvel que presta este serviço atualmente.
A pesquisa fornece dados sobre as temporadas turísticas e também de eventos específicos, como a Festa da Penha, possibilitando saber de onde vem a maior quantidade de turistas e visitantes. A secretaria desenvolveu uma metodologia própria para apurar estes dados, e de acordo com as variáveis, obtêm resultados para trabalhar melhor o fluxo turístico do estado.
 
ATIVIDADES TURÍSTICAS CRESCEM MAIS NO ESPÍRITO SANTO

Em recente pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), o Espírito Santo aparece como o único estado a crescer em atividades turísticas entre julho e agosto de 2017. Se comparada ao mesmo período do ano passado, (agosto de 2016), a pesquisa mostra um crescimento de 11,1% das atividades turísticas do Espírito Santo. Nessa comparação, outros estados aparecem com dados positivos, entretanto, mas o Espírito Santo permanece no topo dos estados que mais cresceram no setor.
 
O estudo mostra que as atividades capixabas cresceram 1,2%, enquanto os outros 11 estados pesquisados aparecem com dados negativos: Pernambuco (-8,5%), Rio de Janeiro (-7,4%), Ceará (-6,8%), Santa Catarina (-6,1%), Goiás (-5,9%), São Paulo (-3,9%), Rio Grande do Sul (-3,1%), Paraná (-1,2%), Bahia (-0,7%), Distrito Federal (-0,4%) e Minas Gerais (-0,1%).
 
Conversamos com a subsecretária da Secretaria de Estado do Turismo -Setur, Simone Modolo, para saber como isso aconteceu. Ela nos conta que várias ações contribuíram para este crescimento.
  
"Atuamos em diversas áreas, entre elas o relacionamento com as prefeituras, cuidando das estâncias de governança através das entidades que atuam nas dez regiões turísticas capixaba. Prestamos uma assessoria para que eles possam desenvolver uma política própria de turismo, formar suas equipes e estabelecer seus planejamentos para o desenvolvimento turístico das regiões. Coordenamos o Conselho Estadual de Turismo, com a participação de várias entidades do trade turístico, além de contribuir também na formação dos conselhos municipais de turismo. Em parceria com o Sebrae-ES, desenvolvemos o Programa Qualifica ES, para trabalharmos a qualificação profissional, de acordo com as características de cada região", pontuou.
  
Simone Modolo enfatizou que nenhum estado cresceu tanto no turismo neste período. Isso demonstra que o turismo realmente é uma alternativa para os municípios saírem da crise, aumentar suas receitas, gerar mais empregos e equilibrar seus orçamentos. "O turismo é a atividade mais democrática na geração de emprego e renda, beneficiando desde um vendedor de picolé até um dono de hotel, formando uma cadeia produtiva muito grande, que causa um impacto na economia de qualquer município", reforçou. 
 
VIRADA TURÍSTICA CAPIXABA

Entre os dias15 e 29 de outubro, a Setur promove a Virada Turística Capixaba, um evento com 360 horas de atividades simultâneas acontecendo em diversos municípios capixabas, com a participação dos gestores municipais e de todo o trade turístico, apresentação de projetos da Setur, Encontro Nacional de Interlocutores do Turismo, Encontro de Guias de Turismo, Encontro de Blogueiros de Viagens, concurso fotográfico, ações promocionais, promoção de pacotes de viagens, entre outras ações, totalizando mais de 70 eventos. 

"Queremos mostrar a importância das atividades turísticas, os benefícios que essa atividade traz para a população e para os municípios envolvidos, criando uma interação com os agentes de viagem, dando destaque ao turismo, que também contribui para o crescimento econômico do nosso estado, reitera Simone. 

Numa parceria com o Instituto Jones dos Santos Neves, estamos realizando uma pesquisa para saber quanto o turismo contribui para o crescimento do PIB no estado. No Brasil este número varia em torno de quase 10%, dependendo da vocação de cada estado. Mas em regiões turísticas o turismo extrapola este percentual. Na Espanha por exemplo, que é um destino conhecido mundialmente, também gira em torno de 10% ao ano.


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?