Fundão

Cesan, Iases e DER serão investigados por supostas irregularidades - Irregularidades

Irregularidades Cesan, Iases e DER serão investigados por supostas irregularidades

Fachada do Trobunal de Contas do Espírito Santo (TC-ES)

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TC-ES) vai realizar auditorias para investigar supostas irregularidades em contratos da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan), Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) e Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (DER-ES).

O governador Renato Casagrande (PSB) solicitou ao TC-ES, por meio de ofício, que fossem realizadas auditorias em todos os contratos que a Delta Construções - empresa investigada na CPI do Cachoeira por envolvimento em denúncias de fraudes e corrupção em todo o País - tem com o Estado. São ao todo quatro contrato: dois da Cesan e outros dois com o DER-ES.

O presidente do TC, Carlos Ranna, anunciou que as auditorias vão durar de 30 a 40 dias. "Elas fazem parte de uma força-tarefa para identificar supostas irregularidades".

Com relação à Cesan, as investigações serão em dois contratos de serviço de manutenção e melhorias operacionais em elevatórias e reservatórios nas unidades de distribuição de água que abrangem seis municípios: Cariacica, Vila Velha, Viana, Vitória, Serra e Fundão.

Já no DER-ES serão auditados dois contratos: um referente à obra na ES-164, no trecho que liga o distrito de Castelinho, em Castelo, à BR-262; além de obras e serviços de terraplanagem, pavimentação, drenagem, ponte e sinalização.

No segundo contrato, o objeto da auditoria será a conservação corretiva e rotineira de estradas das regiões de Iúna, Irupi, Ibatiba, Domingo Martins e Venda Nova de Imigrante.

No Iases, a auditoria será feita em contratos de 2008 a 2012 - como limpeza e alimentação - firmados com a Associação Capixaba de Desenvolvimento e Inclusão Social (Acadis).

Segundo a secretária de Estado de Controle e Transparência, Ângela Silvares, "as auditorias vão apontar se há irregularidades na execução dos contratos".


Tags:



Guia Capixabão


Imagine divulgar seu negócio para 45 mil pessoas todos os meses, ser encontrado pelos seus clientes e aumentar suas vendas, mesmo que você não entenda nada sobre sites?